Projeto Piloto: MANUTENÇÃO E PRESERVAÇÃO DAS NASCENTES DO ARROIO CASTELHANO

  EXECUTOR:       PREFEITURA MUNICIPAL DE VENÃNCIO AIRES – RS

  PARCERIAS : INSTITUTO DE SUSTENTABILIDADE E RESILIENCIA – ASSOCIAÇÃO RIOGRANDENSE DE EMPREENDIMENTOS DE ASSISTENCIA TÉCNICA E EXTENSÃO RURAL – EMATER

 FINANCIADOR:  COMPANHIA RIO-GRANDENSE DE  ABASTECIMENTO- CORSAN

 

JUSTIFICATIVA – O Brasil é o País com a maior oferta hídrica do mundo, possuindo segundo dados da Agência Nacional de Águas, aproximadamente 12% da água doce do Planeta. O grande manancial destas águas é o Aquífero Guarani, grande parte dele em território gaúcho.

Venâncio Aires-Rs, tem em sua área demográfica a Sub Bacia Hidrográfica do Arroio Castelhano que abrange 66,0% da área, apresentando uma superfície de 675,3 km2 e, extensão superior a 100 km.

Este Arroio é um curso de água que atravessa toda a extensão do Município, com 96 nascentes, já identificadas, fornecendo mais de 90% da água consumida pelos habitantes da área urbana. .

Em sua maior parte, o Arroio é cercado por pequenas e médias propriedades rurais, bem como por áreas de remanescentes florestais. Por outro lado, ao cruzar a zona urbana, atinge uma parte da população e indústrias, além de receber cargas provenientes de seis afluentes centrais.

Para desenvolver o trabalho foi definido a identificação de uma amostra de 5 a 10 nascentes para serem desenvolvidos os trabalhos de recuperação.

2.OBJETIVOS

2.1. GERAL

O objetivo geral deste projeto piloto é executar ações que venham a recuperar, preservar e realizar a manutenção permanente de x Nascentes do Arroio Castelhano.

2.2. ESPECIFICOS

a) Diagnosticar o estado de conversação das Nascentes

b) Fazer análise quantitativa e qualitativa da água proveniente das Nascentes

c) Executar obras e serviços de conservação e proteção das nascentes

d) Estabelecer critérios para as atividades de manutenção das Nascentes

3.METODOLOGIA

Este projeto será desenvolvido através dos seguintes passos:

3.1. Limpeza do local do afloramento de água

3.2. Estruturação da base

3.3. Construção da estrutura física de proteção

3.4. Instalação do filtro de captação

3.5. Finalização da obra de alvenaria

3.6. Higienização da estrutura física de proteção

3.7. Preenchimento da estrutura física de proteção

3.8. Colocação da cobertura

3.9. Ligação da água captada para utilização na unidade familiar

3.10 Caixa d’água a jusante da fonte

4.CRONOGRAMA

ATIVIDADE1º MES.2º MES3º MES4º MES.
Identificação das NascentesX   
DiagnosticoXX  
Recuperação XXX

5.ORÇAMENTO

ÍTEM DESPESACARGA HORARIAVALOR UNITARIOTOTAL
PESSOAL   
Pedreiros  (*)   
MAT. CONSUMO 2.500,0017.500,00
SERV. TERCEIROS 1.071,00 7.497,00
TOTAL  24.997,00

(*) Será utilizada mão de obra da Prefeitura Municipal de  Venâncio Aires

AGRICULTORES PROJERTO PILOTO “MANUTENÇÃO E PRESERVAÇÃO DAS NASCENTES DO ARROIO CASTELHANO” DE VENÂNCIO AIRES-RS.

Elói Weyh – Linha 17 de Junho – CPF 558.566.240-68 – Coord. geográficas (Datum SIRGAS 2000): Lat -29°34’31.6”/Long  -52°12’00.7”.

Írio Erni Posselt – Linha Harmonia da Costa – CPF 408.925.220-20 – Coord. geográficas (Datum SIRGAS 2000): Lat -29°32’52.2”/Long -52°14’06.3”.
 
 
Eroni Erno Gaertner – Linha Arroio Grande – CPF 261.297.600-00 – Coord. geográficas (Datum SIRGAS 2000): Lat -29°33’17.7”/-52°16’22.7”.

Nelson Gaertner – Linha Arroio Grande – CPF 660.650.970-04 – Coord. geográficas (Datum SIRGAS 2000): Lat -29°33’18.7”/-52°16’22.8”.

Amália Lúcia Metz/Osvino Schweickart – Linha Arroio Grande – CPF 653.065.620-00 – Coord. geográficas (Datum SIRGAS 2000): Lat -29°33’53.2”/-52°17’21.6”.

Antonio Derli Nunes da Silva – Linha Marechal Floriano – CPF 418.107.830-20 – Coord. geográficas (Datum SIRGAS 2000): Lat -29.585704°/-52.288001°.

José Raimundo Kipper – Linha Grão Pará – CPF 069.252.190-91 – Coord. geográficas (Datum SIRGAS 2000): Lat -29.57935°/Long -52.18980°

Desenvolvido por Traço D – 2018

PROPOSTAS DE ATUAÇÃO PARA 2018

INSTITUTO DE SUSTENTABILIDADE E RESILIÊNCIA
PROPOSTAS DE ATUAÇÃO PARA 2018

CONSULTORIA
Identificação de Passivos Ambientais
Planos de Gestão de Resíduos Sólidos
Projetos para Mobilidade Urbana
Projetos para o Programa Produtor de Água
Turismo como Instrumento de Sustentabilidade
Projeto de recuperação da mata nativa e ciliar
Práticas Sustentáveis e Gestão dos Recursos Orgânicos Disponíveis
Uso da Energia Solar Fotovoltaica na EMEF São Judas Tadeu de Venâncio Aires

ASSESSORIA
Continuidade do processo de Implementação da Agenda 21 Venâncio Aires
Gerenciamento de Projetos
Gerenciamento de Passivos Ambientais, conservação do bioma pampa por meio de atividades sustentáveis
V Salão Sustentável
Programa Protetor das Águas

TREINAMENTO
Palestras
Gestão da sustentabilidade no Serviço Público
Gestão da sustentabilidade na Escola
Gestão da Sustentabilidade para o cidadão
A implementação da Agenda 21 em Venâncio Aires
Arroio Castelhano:  Fonte de Vida, de Subsistência, de Amor

Oficinas

Workshop

Qual ação sustentável você pratica ou quer na sua cidade?
Sustentabilidade em Ação

Cursos

Despertando Líderes Municipais
A gestão Ambiental nos Municípios
Plano de Resíduos Sólidos
Fiscalização e Licenciamento. Ambiental
Construção da Agenda 21


PROGRAMA DE GESTÃO AMBIENTAL PARA MUNICIPIOS GAUCHOS
SUGESTÃO DE TEMAS PARA PALESTRAS

Sensibilização de Dirigentes Municipais
Clientela: Prefeitos, Vice, Secretários Municipais, Câmara de Vereadores

Gestão Ambiental dos Municípios
Estruturação de um Sistema Municipal de Meio Ambiente
Clientela: Secretarias Municipais, Escolas, Comunidade

Planejamento da Gestão Ambiental dos Municípios
Plano de Resíduos Sólidos Municipais
Sistema de Geração de Resíduos
Aspectos e Impactos ambientais
Clientela: Secretarias Meio Ambiente, Associações Comerciais e Industriais

Fiscalização e Licenciamento Ambiental
Legislação Ambiental
Licenciamento Ambiental
Construção da Agenda 21
Clientela: Secretarias Municipais, Câmara de Vereadores, Associações Comerciais e Industriais

Educação Ambiental
Educação Ambiental nas Escolas
Educação Ambiental na Comunidade
Clientela: Escolas, Comunidades

Desenvolvido por Traço D – 2018